Quer saber qual é o segredo de uma boa redação?  
como corrigir uma redacao 00

Quando um sniper, o chamado atirador de elite, tem a chance de corrigir a mira do seu fuzil antes do tiro, e não o faz, o que acontece?

Simplesmente anos de treinamento e uma operação que poderia salvar uma vida podem ser instantaneamente perdidos.

Da mesma forma, se você entrega a sua prova sem revisar e corrigir a redação, mesmo tendo a oportunidade e a técnica necessárias para isso, todo o seu trabalho pode ir pelo ralo.

Embora sejam situações muito diferentes, tanto o atirador quanto você estarão sob forte pressão, fazendo aumentar consideravelmente a probabilidade de erros.

Se acha que não, faça um texto qualquer no conforto de sua casa e deixe para corrigir no dia seguinte. Veja quantos erros você vai encontrar…

Imagine cansado, sob pressão de tempo, e, muitas vezes, sem saber nada sobre o tema da redação?

Entendi, é imprescindível revisar e corrigir. Mas como fazer isso?

Este artigo veio para lhe mostrar. Você vai saber, a partir de agora, o que revisar no seu texto e também por que, quando, em que ordem e como corrigir uma redação.

Ah, e tem mais! Você vai ver a aplicação dessas técnicas, na prática, no final do artigo. Prepare o fuzil para receber um treinamento que pode salvar a vida do seu ano de estudo!

Você sabe revisar a sua redação?

como corrigir uma redacao 01

Os testes de tiro fazem parte da rotina dos snipers. Façamos um teste também para saber: você costuma revisar a sua redação?

  • (a) Nunca… Estou cansado e não aguento mais esse texto! Seja o que Deus quiser!
  • (b) Sim, muito, a cada período que escrevo…
  • (c) Sim… Depois que termino, releio 10 vezes seguidas para não ficar nem um peso na consciência.
  • (d) Sim, mas prefiro ler somente quando terminar… Não quero estragar a surpresa! (rs)
  • (e) Sim… Leio para mim mesmo, pois não quero que ninguém “cole”. (rs)

Se você assinalou qualquer uma dessas alternativas, continue lendo que eu vou lhe mostrar porque todas são imperfeitas:

 

  • (a) Até os grandes escritores têm os seus livros revisados, pois erros são inevitáveis, sobretudo em momento de tensão como o da prova.
  • (b) Revisar a cada frase não é uma atitude muito inteligente, uma vez que as paradas interrompem o raciocínio, provocando lapsos no seu texto.
  • (c) Ler muitas vezes seguidas um texto que você mesmo acabou de escrever, não tem muita efetividade, porque os erros menos grosseiros serão repetidos muitas vezes na leitura e você vai tê-los como corretos.
  • (d) Revisar logo depois de terminar tem uma eficiência muito pequena, já que a ideia que deu origem ao texto está “fresca” na memória, tornando o nosso distanciamento crítico pequeno e a capacidade de detectar erros, reduzida.
  • (e) Ler as palavras sem falar, murmurar ou cochichar diminui uma forma de percepção do conteúdo, que é ouvi-lo com a sua própria voz, aumentando a probabilidade de não serem detectados alguns erros.
Leia também:
Proposta de Intervenção do ENEM: Tudo o Que Você Precisa Saber para Criar Uma Original e Garantir a Nota Máxima na Competência 5

Bom, vamos saber agora, com mais detalhes, por que revisar a redação.

Por que exatamente revisar a redação?

como corrigir uma redacao 02

Do mesmo jeito que o trabalho do sniper é passível de erro humano, a possibilidade de errar quando escrevemos é gigantesca.

Isso porque a ideia, muitas vezes, é perfeita enquanto está na cabeça. Quando vai para o papel em forma de texto, sua virtuosidade e plenitude desfazem-se.

Quantas vezes isso já não aconteceu com você? Imagine em uma prova com algumas variáveis desfavoráveis?

Por isso, todo o texto nasce imperfeito e precisa ser revisto para uma posterior lapidação.

Há duas razões principais para revisar uma redação:

1.  Corrigir inevitáveis equívocos

Na hora da escrita, a sua cabeça está “a mil”, com muitas ideias fervilhando. Não é possível enxergar com clareza e acerto se o que foi escrito está adequado.

Isso acontece porque o texto novinho é só seu, é seu orgulho, é sua paixão à primeira vista, e, como toda paixão, só mostra virtudes; os defeitos só vão sendo enxergados com o tempo.

2.  Melhorar o que já está bom

É importante ficar claro que a intenção da revisão não é transformar a sua redação em uma obra prima, que a faça ser arquivada em algum museu para o futuro.

Nem tampouco fazer grandes mudanças, que acabem transformando-se em uma reescrita e consumindo o mesmo tempo que você levou para escrever.

A revisão serve para pinçar erros grosseiros, passagens obscuras, termos que possuam sinônimos mais adequados ao contexto.

Mas quais são os pré-requisitos para fazer uma?

Primeiramente, sair da mente de escritor para a de leitor, colocando-se no lugar dele e fazendo uma leitura crítica.

Depois, o extremo da concentração. Qualquer olhadela para os lados é suficiente para tirar a atenção do foco, que são as ideias propagadas pelo texto e a forma como foram escritas.

Vamos ver agora qual é o melhor momento para fazer a revisão.

Quando revisar e corrigir a redação?

como corrigir uma redacao 03

O sniper sabe que o momento certo de fazer a mira definitiva é imediatamente antes do disparo.

Você também deve saber qual é o momento exato de revisar a sua redação. Isso faz toda a diferença.

Você já deve ter ouvido falar que (tente ler): “Nõa imortpa a oderm das ltreas drtneo da pvarala, bsata que a pmrireia e a úmtila etjasem no lguar crteo praa que vcoê enednta o que etsá erctiso”.

E por que será que: É F4C1L L3R 357A M3N5AG3M S3M P3NS4R MU170?

O nosso cérebro identifica isso porque ele não precisa de palavras completas para entender o que um texto quer transmitir, basta que estejam dentro de um contexto.

 

Por essa razão, quando lemos o nosso próprio texto assim que foi escrito, o cérebro completa de forma automática as lacunas e não nos deixa enxergar certos erros.

Ele reage dessa forma, porque o contexto e até algumas frases que usamos estão recentes na nossa mente e já sabemos de cor a palavra que será lida.

Vale, nesse caso, o que disse Otto Lara Resende em uma de suas belas crônicas: “De tanto ver, a gente banaliza o olhar. Vê não vendo”.

Por tudo isso, o melhor momento para fazer a revisão e correção de sua redação certamente não é logo após terminar o texto.

Qual é afinal o melhor momento?

como corrigir uma redacao 04

O ideal é no dia seguinte, para que dê tempo de ter um distanciamento físico e emocional dele.

Mas se você estiver em uma prova que, de certo, trará junto questões de outras disciplinas, adote o seguinte procedimento:

  1. Leia os textos motivadores e faça primeiramente o rascunho da redação, lembrando-se de não ler, em hipótese alguma, o que você escreveu
  2. Em seguida, deixe de lado o rascunho e vá responder as questões das outras disciplinas, procurando não pensar mais na redação
  3. Depois preencha o gabarito dessas questões
  4. Na sequência, faça a revisão do rascunho da sua redação lendo em voz baixa
  5. Por último, passe a redação a limpo.
Leia também:
3 Coisas Que Você Precisa Saber Quando Usar a Crase

O tempo que você vai reservar para os itens 4 e 5, vai depender da velocidade com que você escreve à mão. Mas, a princípio, eu recomendo que não seja menos que meia hora.

Vejamos então como fazer a revisão.

Como revisar a redação?

como corrigir uma redacao 05

Assim como o sniper considera temperatura, umidade, distância, vento, luminosidade etc. para que o tiro seja certeiro; para revisar redações, é preciso levar em conta certos fatores.

O primeiro deles é a forma como se lê.

Como já foi dito, é preciso ler em voz alta para que a percepção da audição seja ativada e, desse modo, aquele que vá corrigir não fique na exclusiva dependência da percepção visual.

Claro, se estiver em uma prova, murmure ou cochiche, mas não despreze essa técnica.

O ouvido pode não deixar passar o que o olhar, desatento pelo conhecimento do conteúdo, costuma deixar.

Outro fator de extrema importância é a quantidade de revisões a serem feitas.

Não é novidade para ninguém que, entre todas as disciplinas, a redação é a mais importante no dia da prova.

Não reservar um tempo apropriado para duas revisões + o tempo de passar a limpo, que acaba sendo uma terceira revisão, é o mesmo que gastar mais tempo com uma unha encravada do que com um tumor.

Por que duas, não menos e não mais?

Se menos, você não conseguirá abranger tudo o que é necessário ser revisto, pois muitos são os itens a se observar.

Se mais, você sempre encontrará outras alterações a ser feitas, pois um texto nunca está completamente acabado. É como um mestre meu dizia: “O texto final pertence ao cansaço”.

E, por último, o terceiro fator que importa mencionar é a necessidade de cortar informações desnecessárias no texto.

“Escrever é a arte de cortar palavras”

Como você talvez já tenha passado por isso, deve saber que, às vezes, a quantidade de ideias que temos, na hora da escrita, é maior do que a quantidade de linhas que podemos usar.

E, nem sempre, é possível controlar isso no momento da produção do texto propriamente dita.

Restando assim à revisão a difícil tarefa de cortar palavras e até frases se for o caso.

Mas pode ter certeza que, muitas vezes, isso transforma-se em eficácia, não em perda, como se vê nesta aula do escritor John Ruskin:

Feirante de peixes em um porto britânico

como corrigir uma redacao 06

Um homem chega à feira livre e lá encontra o seu compadre arrumando os peixes. Percebe que o feirante está contente com o sucesso do seu pequeno negócio.

Está há poucos meses no ramo e já pôde até comprar um quadro para anunciar seu o produto.

Atrás do balcão, num quadro-negro, está a mensagem escrita a giz, em letras caprichadas: “HOJE VENDO PEIXE FRESCO”. 

– Você acrescentaria mais alguma coisa a essa frase? Pergunta o feirante ao homem.

Ao que o homem responde:

– Você já notou que todo o dia é sempre hoje? – E acrescentou:

– Acho a palavra “hoje” dispensável. Está sobrando…

O feirante aceitou a ponderação e apagou o advérbio. O anúncio ficou mais enxuto: “VENDO PEIXE FRESCO”.

– Se o amigo me permite – tornou o visitante – gostaria de saber se aqui nessa feira existe alguém dando peixe de graça.

Feira é sinônimo de venda. Acho desnecessário o verbo. Se a banca fosse minha, sinceramente, eu apagaria o verbo. 

O anúncio encurtou mais ainda: “PEIXE FRESCO”.

– Me diga uma coisa: Por que apregoar que o peixe é fresco? O que traz o freguês a uma feira, no cais do porto, é a certeza de que todo peixe, aqui, é fresco.

E lá se foi também o adjetivo. Ficou o anúncio, reduzido a uma singela palavra: “PEIXE”. Mas, por pouco tempo.

O compadre pondera que não deixa de ser menosprezo à inteligência da clientela, anunciar, em letras garrafais, que o produto ali exposto é peixe.

Até mesmo um cego percebe, pelo cheiro, que o assunto, aqui, é pescado…

O substantivo foi apagado. O anúncio sumiu. O quadro-negro também. O feirante vendeu tudo. Não sobrou nem a sardinha do gato. E ainda aprendeu uma preciosa lição: escrever é a arte de cortar palavras.

Vamos ver, a partir de agora, o que é preciso revisar.

Leia também:
Como Desenvolver Uma Redação Dissertativa Argumentativa de Forma Brilhante com Causa e Consequência

O que revisar e corrigir na redação?

como corrigir uma redacao 07

Para que um alvo não ponha em risco a vida de uma vítima, o sniper é treinado para atirar no bulbo raquidiano, que é a parte do pescoço mais próxima à cabeça e que faz perder os reflexos e ações.

Da mesma maneira que ele usa os seus conhecimentos e não atira aleatoriamente, você também não revisará a redação de qualquer forma, mas sim buscando os pontos essenciais.

Há cinco partes fundamentais que precisam ser revisadas. São elas:

  1. Estética
  2. Estrutural
  3. Semântica
  4. Gramatical
  5. Estilística

Passemos a ver cada uma.

1-     Parte estética

como corrigir uma redacao 08

Na parte estética, a sua atenção deve ser direcionada para algumas questões em especial:

a)  Letra

Se, no seu rascunho, a letra não está boa, procure escrever com mais calma e caprichar nela quando for passar para a folha definitiva.

Você sabia que, se a letra do seu texto não for decifrada por nenhum dos corretores pelos quais ela passar, a sua redação pode zerar?

→ Se você quiser conhecer outras atitudes que podem prejudicar a sua nota na redação, saiba mais clicando aqui!

b)  Margens

É provável que, no rascunho, você não tenha dado tanta importância para isso, porém, na hora de transcrever na folha definitiva, as margens precisam ser respeitadas.

Manter o recuo no início do parágrafo e não atropelar a margem no final da linha demonstra controle e equilíbrio.

c)  Quantidades

A maior parte dos exames exige um número mínimo e máximo de linhas para a redação. Se o rascunho não estiver adequado a essa exigência, será preciso mexer no texto.

Se a quantidade de linhas em cada parágrafo estiver em equilíbrio, isso demonstra que o candidato tem um domínio sobre o texto.

d)  Rasuras

Os erros são para o rascunho, não para a folha definitiva. No entanto se você perceber que os cometeu na transcrição, evite as rasuras, pois demonstra desleixo e insegurança.

Apenas passe um risco horizontal na palavra errada e deixe-a entre parênteses, escrevendo a correta na sequência.

2-     Parte estrutural

como corrigir uma redacao 09

Na parte estrutural, direcione a sua atenção para os seguintes pontos:

e)  Parágrafos

Se o seu parágrafo tiver apenas um ponto final, está errado. Ele não pode ser constituído de apenas um período.

Se for construído dessa forma, ou ele foi pouco desenvolvido, ou as ideias nele ficaram todas emaranhadas e sem a pontuação adequada.

f)  Introdução, desenvolvimento e conclusão

Você precisa verificar se a sua redação não só tem começo, meio e fim como também as partes que compõem cada uma dessas etapas:

  • A introdução precisa problematizar o tema e, se possível, mostrar a tese
  • O desenvolvimento deve trazer os argumentos e as estratégias argumentativas
  • A conclusão deve mostrar uma expressão inicial e a retomada do que foi discutido

g)  Proposta de intervenção (ENEM)

Para as redações do ENEM, é preciso constar na proposta de intervenção os meios para viabilizar as sugestões criadas.

3-     Parte semântica

como corrigir uma redacao 10

Na parte semântica, os seguintes pontos devem ser observados:

h)  Frases

Se, ao ler cada frase, você precisar voltar e reler para entender, existe um problema aí.

Caso o entendimento não esteja fácil, mude as palavras ou altere os elementos da frase para a ordem direta.

É preciso observar também se elas estão objetivas, isto é, indo direto ao ponto e se estão transmitindo exatamente a mensagem pretendida.

 

i)  Coerência

Ao reler, perceba se o texto diz a mesma coisa do início ao fim, sem apresentar informações que se contradizem.

Leia também:
Português Prático: O Melhor Curso de Português Online da Atualidade

Ele deve estar “amarrado” em torno de uma única ideia: a comprovação de que o seu ponto de vista está certo.

É queima de arquivo: qualquer afirmação que diga ou sugira o contrário disso deve ser eliminada.

j)  Coesão

Ao ler cada frase, perceba se elas estão interligadas entre si com conectivos. Dê atenção especial às frases soltas.

A aplicação dessa regra vale inclusive para a ligação feita no interior da frase, como eu fiz ao citar a regra descrita acima com o termo “dessa regra”.

4-     Parte gramatical

como corrigir uma redacao 11

Não vamos nos iludir! Para uma correção gramatical impecável é preciso ter o domínio da gramática. Por isso, o estudo dela deve ser constante.

Mas os problemas gramaticais mais recorrentes e que merecem especial atenção na correção são os seguintes:

k)  Ortografia

Se tiver dúvida quanto à grafia de alguma palavra, substitua-a por uma sinônima. Não arrisque! Redação não é loteria.

A sua atenção deve ser redobrada, principalmente, nos casos em que existem palavras com a grafia semelhante ou igual à palavra em que você está usando.

l)  Vírgula

Encontrar uma redação cujas vírgulas estejam todas corretas é uma proeza.

Devido a essa grande incidência de erros que se cometem, analise com atenção as que foram empregadas e as que poderiam ser.

m)  Concordância verbal e nominal

Uma leitura calma pode levá-lo a identificar se há algum verbo que não está concordando com o sujeito; ou, ainda, se os termos que acompanham os substantivos estão em concordância com ele.

n)  Crase

A verificação de que deve haver a crase onde uma vogal “a” complementa o sentido de um nome ou verbo, depende muito de uma leitura atenta e pausada.

o)  Regência

Veja se as preposições que complementam os verbos e nomes não estão provocando uma mudança no sentido que você pretende expor. Se soar estranho na leitura, desconfie.

p)  Colocação pronominal

Procure certificar-se se todos os pronomes oblíquos estão colocados na posição correta em relação ao verbo.

q)  Acentuação

Uma pronuncia mais pausada em algumas palavras, como ditongos crescentes e hiatos, ajuda a identificar onde está a sílaba tônica e, consequentemente, onde deve ter o acento gráfico ou não.

5-     Parte estilística

como corrigir uma redacao 12

Na parte estilística, a sua atenção deve voltar-se para as seguintes questões:

r)  Repetição de palavras

A repetição de palavras, assim como alguns outros erros, quase sempre não é notada no momento da escrita.

Repetir não é exatamente um problema se as palavras estiverem distantes, mas se estiverem próximas, troque uma delas por uma sinônima.

A repetição mais comum é a do chamado “queísmo”, isto é, a recorrência exagerada do pronome relativo “que”.

s)  Norma culta

Outro deslize corriqueiro é escrever palavras usadas na fala, mas que não são apropriadas para um texto que exige a norma culta.

Gírias, “internetês”, estrangeirismos, regionalismos e contrações como “pra” (para + a) são bons exemplos disso, devendo ser alterados na correção.

Em que ordem revisar e corrigir a redação?

como corrigir uma redacao 13

Existe uma sequência de procedimentos que o sniper deve seguir antes do disparo, como a escolha de um bom local para se posicionar e a verificação da movimentação do entorno.

Também há alguns procedimentos que você pode seguir para otimizar a sua correção.

A primeira leitura pode ser mais rápida visando a verificar as partes estética, estrutural e semântica. Nessa etapa, você vai averiguar se o que foi escrito faz sentido realmente.

Leia também:
Como Fazer Uma Boa Conclusão e Dar Um Desfecho Impecável a Sua Redação

Já a segunda, para verificar os aspectos gramaticais e estilísticos, deve ser um pouco mais demorada, devido a complexidade dessa correção ser maior e exigir mais atenção.

Desde já saiba que, ao deixar para revisar e passar a limpo no final, não será possível fazer grandes mudanças no texto, como trocar os argumentos, por exemplo.

Eis o porquê da necessidade de planejar bem o texto antes de começar a escrever.

Para não ficar só na teoria, vamos ver a aplicação dessas correções no rascunho do parágrafo de uma redação.

FIQUE ATUALIZADO!
Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente nossas atualizações
 

como corrigir uma redacao 15

Conclusão (Como corrigir uma redação)

como corrigir uma redacao 14

Nós vimos neste artigo que, pela importância que tem a redação, é necessário deixar um tempo hábil para que você faça uma boa revisão e correção.

Que devem ser feitas duas leituras no final da prova, pronunciando as palavras.

Que devem ser observados, em especial, na:

1-  Parte estética

a) Letra

b) Margem

c) Quantidades

d) Rasuras

2-  Parte estrutural

e) Parágrafos

f) Introdução, desenvolvimento e conclusão

g) Proposta de intervenção

3-  Parte semântica

h) Frases

i) Coerência

j) Coesão

4-  Parte gramatical

k) Ortografia

l) Vírgula

m) Concordância verbal e nominal

n) Crase

o) Regência

p) Colocação pronominal

q) Acentuação

5-  Parte estilística

r) Repetição de palavras

s) Norma culta

Sentir-se aborrecido por encontrar erros na sua redação é um equívoco, pois dura coisa seria não os localizar; achar que fez uma redação excelente e ficar esperando uma nota elevada sem que isso tenha sido verdade.

A capacidade de encontrar erros na redação é muito benéfica e precisa ser valorizada, pois mostra que a pessoa está com olhos atentos, tem técnica e paciência para identificá-los.

Lembre-se: a possibilidade de escrever é ótima, mas a de apagar, é mágica. A revisão é a sua última chance de sepultar erros que nem deveriam vir à luz.

→ Para minimizar seus erros, aprenda a fazer uma boa redação, passo a passo, clicando neste link aqui!

Se gostou desse artigo sobre como corrigir uma redação, faça o seguinte:

  • Deixe um “like”
  • Comente
  • Compartilhe com os amigos

Um grande abraço e até a próxima!

 

 

Você Também Vai Gostar:
Ebook Propostas de Intervenção Originais

Sobre o autor

Bacharel e licenciado em Letras, especialista em redação e profundo admirador da arte da escrita.

2 Comentários

  1. Prof., em pesquisa, com o objetivo de enriquecer mais o meu conhecimento sobre redações, deparei-me com o seu artigo, que considero muito bom. Gostaria, apenas, de deixar uma contribuição. A concordância correta para percentis é em número, dessa forma, a redação correta da redação-exemplo do artigo seria: “… 30% poderiam ser reutilizados no processo de reciclagem, mas somente 3% o são de fato.”
    Parabéns pelo trabalho!
    Eliezer Pessanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe com seus amigos!

Próximo